poema · Poesia · Poetry · Uncategorized

O beija-flor no outono

outono

O beija-flor está na estação de Outono,
Bailando no ar,
Procurando sua flor para beijar,
Quiçá, ele a encontre,
Senão, vai ficar contemplando
Às folhas secas, caindo devagarinho,
Na mais pura mansidão.
Seja na brisa suave da manhã,
Com seu sabor de maçã,
Ou no aconchego da tarde.
Enquanto isso;
A natureza cumpre seu rito,
Cheia de encanto e beleza com seus ciclos de
Renascimentos e transformações.
Vai aguardar sua amada rubra flor,
Renascida, brotada com toda singeleza,
Em outra estação…
Mas verdadeiramente, a encontrará,
Em seu secreto jardim…
O pulsante coração.

Elias Akhenaton.