poema · Poesia · Poetry · Uncategorized

Tuaregue الطوارق

Tuareg Camel Train, Sahara Desert, Morocco

Na areia brilhante do Deserto do Saara,
Caminha o homem livre em sua região.
Decifrando miragens, em tal imensidão,
Com a flor da fé no peito, que ampara.

Nem sob a reluzente coroa do rei, para,
Seja como guia, viajor, com dedicação.
Pastor ou nobre guerreiro, por tradição.
De turbante anil, do qual não se separa.

E palmilhando já à noite, num belo luar,
Chega a um sereno, e refrescante Oásis.
Instante zen, na flauta; acordes a Allah.

Com plêiade de estrelas, para lhe guiar,
Reinicia na fé o Tuaregue, muito mais.
O tempo corre, e logo o sol vai brilhar.

Elias Akhenaton.

poema · Poesia · Poetry · Uncategorized

Manhã no Campo…

sol nascendo

Estendo os olhos ao prado celeste,
Vejo quão fascinante, que excede,
Por toda natureza, nada a impede,
Essa cor verde, divina. Inconteste!

O sol se levanta da sua corte leste,
Vem brotar a vida, não se despede.
Fica na alegria que só o rei concede,
Coroando de fé a manhã, no agreste.

Sempre há céu azul, e rios risonhos…
Passarinhos cantam ode à esperança,
Diariamente felizes nunca tristonhos…

Angustiantes, tampouco enfadonhos.
Flores fazem no ar, uma bela dança,
Enquanto laboro, na meta dos sonhos.

Elias Akhenaton.

poema · Poesia · Poetry · Uncategorized

Sob a Luz do Sol

sol nascendo no jardim

Das altas montanhas,
Descendo entre os canteiros
Floridos, chega uma brisa
Branda e suave
Impregnada com o frescor
Dos aromas matinais,
Esplendidamente divinais…
Acalentando minha mente,
Docemente.

Na fluidez etérea do pensamento,
Clareia no oriente,
Triunfante, o rei sol…
Galhardamente reluzente,
Num espetáculo inigualável
Na magia dos seus raios dourados,
Revelando um belo dia,
Para palmilhar novos caminhos,
Na sacrossanta jornada.

Mais um belo cenário do criador,
Propício para alegria:
Cantar a melodia,
Com a inocência da alma, duma criança…
Recitando uma ode,
À inspirada e (e) terna poesia.

Elias Akhenaton.

poema · Poesia · Poetry · Uncategorized

Viver com você…

brindando a vida ao nascer do sol

É sentir a brisa do mar
Tocando a pele suavemente.
É encantar-se com o céu estelar
Numa bela noite de luar,
E você, para beijar…

Viver com você,
É aspirar o ar puro das manhãs
Vindo das altas colinas,
Brindando a vida sob os raios benéficos
Do sol matutino…

É navegar em um rio, de águas tranquilas,
Nutrindo-se de nobres sentimentos.
Não posso viver sem a tua companhia,
Pois este amor que venero em meu peito,
É o que me faz renascer, a cada dia.

É minha sagrada fonte de inspiração,
Decantada em poesia,
Na terra, no mar e no céu.
Em toda singeleza que habita a natureza
E tudo o de mais precioso que Deus me deu.
Enfim, é divinal viver com você,
Amando-te, infinitamente!

Elias Akhenaton.