poema · Poesia · Poetry · Uncategorized

(E) terna primavera

primavera bela

Quão doce e colorida é a primavera,
Com suas flores suaves e delicadas,
Que exalam essências perfumadas,
Deixando um frescor na atmosfera!

Que época sublime esta que impera,
Pássaros mais alegres nas alvoradas,
Caminhos com florzinhas encantadas,
Aquarela viva, que o mundo venera?

Eu só sei que é de Deus a concepção,
Pois exala amor desde a pequena flor,
Não só no ar, mas dentro do coração.

Fluindo a vida leve, alma de beija-flor,
Mantendo-a (e) terna, em renovação,
Semeando a paz do bondoso Criador.

Elias Akhenaton.