Ser Alado…

beija-flor (2)

Nasci para ser livre
Como ave peregrina.
Sou beija-flor,
Também águia e condor.

Voo pelo mundo em toda direção,
Sem rotas, limites e fronteiras,
Levando aos horizontes; emoções,
Sentidas no coração.

Podem encontrar-me
Em um encantado jardim, namorando,
Fazendo versos a uma bela rubra flor,
Nutrindo-se com a seiva do amor.

Mas logo, estar-me-ei
Planando as altas cordilheiras.
Transmutando as incertezas,
Vencendo minhas barreiras.

Pois, são com essas asas,
Que posso contemplar as paisagens da vida,
Com sua essência divinal…
E nelas vencerei montanhas íngremes da existência.

Em todos os cantos e recantos, seja onde eu for,
Sou sensível como um beija-flor
E perseverante como a águia e condor.
Alado sou, mensageiro do amor!

Elias Akhenaton.

Águia

Ritos de Iniciação

flor na pedra

Nos caminhos da grande roda da vida,
Ainda irei cumprir alguns ritos de iniciação.
É bem verdade que já realizei
Alguns deles, com humildade e determinação.
Continuarei cumprindo, cada novo dia,
Em cada palmilhar na areia do tempo,
Faça chuva ou faça sol,
Tudo é aprendizado.
Contudo, o mais importante desses
Ritos é a lapidação do meu ser, do meu
Interior que teima em continuar bruto,
Tal qual uma rocha.
O trabalho diário é árduo nessa lapidação
E creio sinceramente que se tornará
Polido quando chegar o momento
Da minha transição,
Cumprindo, enfim, minha última iniciação,
Quando então, as rosas florescerão.
Enquanto isso, meu ser…

“Ora et Labora.”

Elias Akhenaton.

Manhã no Campo…

sol nascendo

Estendo os olhos ao prado celeste,
Vejo quão fascinante, que excede,
Por toda natureza, nada a impede,
Essa cor verde, divina. Inconteste!

O sol se levanta da sua corte leste,
Vem brotar a vida, não se despede.
Fica na alegria que só o rei concede,
Coroando de fé a manhã, no agreste.

Sempre há céu azul, e rios risonhos…
Passarinhos cantam ode à esperança,
Diariamente felizes nunca tristonhos…

Angustiantes, tampouco enfadonhos.
Flores fazem no ar, uma bela dança,
Enquanto laboro, na meta dos sonhos.

Elias Akhenaton.

Sob a Luz do Sol

sol nascendo no jardim

Das altas montanhas,
Descendo entre os canteiros
Floridos, chega uma brisa
Branda e suave
Impregnada com o frescor
Dos aromas matinais,
Esplendidamente divinais…
Acalentando minha mente,
Docemente.

Na fluidez etérea do pensamento,
Clareia no oriente,
Triunfante, o rei sol…
Galhardamente reluzente,
Num espetáculo inigualável
Na magia dos seus raios dourados,
Revelando um belo dia,
Para palmilhar novos caminhos,
Na sacrossanta jornada.

Mais um belo cenário do criador,
Propício para alegria:
Cantar a melodia,
Com a inocência da alma, duma criança…
Recitando uma ode,
À inspirada e (e) terna poesia.

Elias Akhenaton.

Palavras ao Vento

Meu universo particular!

sandsoftime10

A peep into Megha's mind

India Online Visa

India Tourist Visa, Tourist Visa for India, Indian Visa Application, India online visa, Indian online visa, India Tourist Visa Services, e visa for India, Visa for India, eTourist Visa for India

Blog da Gêleyka

Gleyka Moraes

La misura delle cose "frammenti sparsi di libri scelti"

Le avventure accadono a chi le sa raccontare

MarT

Seja humilde, pois até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar.

SMOKY FEELINGS

« Ecrire est un aveu doublé d'un camouflage.  » Hervé Bazin

Poesias e outras coisas

Poesias,poemas e outras coisas

Röhrig Escritor

Venha para a minha dimensão se tiver alma.

Anita & The Blog

A brand new story

Empowered

Everyday

Saranya

Normal thoughts but unique view

Diário de uma ESQUISITA

Quando fico sem chão

konleeblog

We learn the most interesting and exciting things in the whole world especially for you

%d blogueiros gostam disto: