Todo tempo é tempo de amor

Tempo de amor

Todas as estações são belas,
Todas têm seu valor,
Pois foram concebidas
Por Deus, o Arquiteto Criador.

Portanto, não importa
A estação… Não importa a
Transformação… Todo tempo é
Tempo… Todo dia é dia
Para se semear o amor…
Semear a paz.
Deixar florir a alma
E exalar a fragrância
Divina da flor.

Elias Akhenaton.

Ser Alado…

beija-flor (2)

Nasci para ser livre
Como ave peregrina.
Sou beija-flor,
Também águia e condor.

Voo pelo mundo em toda direção,
Sem rotas, limites e fronteiras,
Levando aos horizontes; emoções,
Sentidas no coração.

Podem encontrar-me
Em um encantado jardim, namorando,
Fazendo versos a uma bela rubra flor,
Nutrindo-se com a seiva do amor.

Mas logo, estar-me-ei
Planando as altas cordilheiras.
Transmutando as incertezas,
Vencendo minhas barreiras.

Pois, são com essas asas,
Que posso contemplar as paisagens da vida,
Com sua essência divinal…
E nelas vencerei montanhas íngremes da existência.

Em todos os cantos e recantos, seja onde eu for,
Sou sensível como um beija-flor
E perseverante como a águia e condor.
Alado sou, mensageiro do amor!

Elias Akhenaton.

Águia

Ritos de Iniciação

flor na pedra

Nos caminhos da grande roda da vida,
Ainda irei cumprir alguns ritos de iniciação.
É bem verdade que já realizei
Alguns deles, com humildade e determinação.
Continuarei cumprindo, cada novo dia,
Em cada palmilhar na areia do tempo,
Faça chuva ou faça sol,
Tudo é aprendizado.
Contudo, o mais importante desses
Ritos é a lapidação do meu ser, do meu
Interior que teima em continuar bruto,
Tal qual uma rocha.
O trabalho diário é árduo nessa lapidação
E creio sinceramente que se tornará
Polido quando chegar o momento
Da minha transição,
Cumprindo, enfim, minha última iniciação,
Quando então, as rosas florescerão.
Enquanto isso, meu ser…

“Ora et Labora.”

Elias Akhenaton.

A Essência da Rosa…

mulher e rosas

As chuvas e tempestades
Podem derrubar as pétalas,
E todas as rosas…
Como também, todos os pés das roseiras,
Em algum momento da vida…

Mas jamais arrancarão suas raízes,
Adubadas com Fé e Esperança,
No Jardim fértil do nosso coração…

Pois quem ama a vida,
Têm forças para transmutar
A lágrima triste, em alegria.
Os temporais, em vitórias,
Conquistas.
Mas seja qual for o tempo,
Saberá cantar sua poesia…

Bailando na chuva,
Até debaixo d’água.
Saberá emergir,
Saberá renascer
De cada tempestade…

Na certeza que o perfume
Nunca passou, e nunca passará.
Ficará sempre exalando
Sua divina essência, mesmo no mau tempo.
A essência da rosa…
A essência do amor à vida!

Elias Akhenaton.

Tuaregue الطوارق

Tuareg Camel Train, Sahara Desert, Morocco

Na areia brilhante do Deserto do Saara,
Caminha o homem livre em sua região.
Decifrando miragens, em tal imensidão,
Com a flor da fé no peito, que ampara.

Nem sob a reluzente coroa do rei, para,
Seja como guia, viajor, com dedicação.
Pastor ou nobre guerreiro, por tradição.
De turbante anil, do qual não se separa.

E palmilhando já à noite, num belo luar,
Chega a um sereno, e refrescante Oásis.
Instante zen, na flauta; acordes a Allah.

Com plêiade de estrelas, para lhe guiar,
Reinicia na fé o Tuaregue, muito mais.
O tempo corre, e logo o sol vai brilhar.

Elias Akhenaton.

Manhã no Campo…

sol nascendo

Estendo os olhos ao prado celeste,
Vejo quão fascinante, que excede,
Por toda natureza, nada a impede,
Essa cor verde, divina. Inconteste!

O sol se levanta da sua corte leste,
Vem brotar a vida, não se despede.
Fica na alegria que só o rei concede,
Coroando de fé a manhã, no agreste.

Sempre há céu azul, e rios risonhos…
Passarinhos cantam ode à esperança,
Diariamente felizes nunca tristonhos…

Angustiantes, tampouco enfadonhos.
Flores fazem no ar, uma bela dança,
Enquanto laboro, na meta dos sonhos.

Elias Akhenaton.

Minha emoção reluz…

beija-flor

Não acorrento a emoção sentida.
Minha alma têm jardins, onde se aninham aves e passarinhos.
Habitando, entre tantos, um pequenino beija-flor,
Com sua amada, a fascinante rubra flor.

De lá, são libertos, para voarem ao mundo,
Perfumando os horizontes, cantando versos profundos:
De amores, sonhos, memórias alegres, quiçá tristes, porque não?
Quem não verteu lágrimas sofridas, no seu céu, por mais guerreiro?

Por isso, dou toda liberdade à emoção,
Que reluz em meu templo, acima do ceticismo da razão.
Comungando no púlpito, a poesia,
Que afaga e acalenta minh’ alma…

Que é pedra nativa, mas em evolução,
Constituída de fragmentos da divindade.
De onde voa uma águia, cheia de fé e perseverança,
Renovada para uma nova jornada, a cada nascer do sol.

Assim, peregrina, viaja na areia do tempo,
Com o peito aberto, revelando inspirações.
Aliviando o coração, todo o bem que a poesia trás.
Desideratos de paz.

Elias Akhenaton.

The Little Mermaid

MAKING A DIFFERENCE, ONE STEP AT A TIME...

Jornal Online do Mercado Imobiliário da Flórida

Informações sobre o mercado imobiliário em Miami, Fort Lauderdale, Hollywood e sul da Flórida em geral.

E Agora, Cinderela?

confissões de uma feminista agora mãe em tempo integral

Blog Viva Bem

O Blog do bem viver

Projeto Nellie Bly

A volta ao mundo em 72 dias

Diccineario

Cine y palabras

Inspiration and ideas on creating your dream life

Personal Development, Beauty, Style and general well-being

Flavia Cataldo

texts, thoughts & chronicles

Mimeógrafo - Livraria e Editora

Uma microeditora com um macroprojeto.

Olar

Filmes, séries, coisa e tal

Revista Decifra-me

A sua revista eletrônica sobre arte, cultura, psicologia, filosofia, meio ambiente, história e muito mais...

Semente do Yoga

Aqui você encontra práticas orientais e bioexperiências destinadas a evolução e desenvolvimento humano

Sarfaraz Rock

Professional Photos Editor.

Blog da Tati Py

Palpites sobre a vida, o universo e tudo o mais

Próximos Destinos

Relatos de viagens e coisas da vida...

%d blogueiros gostam disto: