O beija-flor no outono

outono

O beija-flor está na estação de Outono,
Bailando no ar,
Procurando sua flor para beijar,
Quiçá, ele a encontre,
Senão, vai ficar contemplando
Às folhas secas, caindo devagarinho,
Na mais pura mansidão.
Seja na brisa suave da manhã,
Com seu sabor de maçã,
Ou no aconchego da tarde.
Enquanto isso;
A natureza cumpre seu rito,
Cheia de encanto e beleza com seus ciclos de
Renascimentos e transformações.
Vai aguardar sua amada rubra flor,
Renascida, brotada com toda singeleza,
Em outra estação…
Mas verdadeiramente, a encontrará,
Em seu secreto jardim…
O pulsante coração.

Elias Akhenaton.

(E) terna primavera

primavera bela

Quão doce e colorida é a primavera,
Com suas flores suaves e delicadas,
Que exalam essências perfumadas,
Deixando um frescor na atmosfera!

Que época sublime esta que impera,
Pássaros mais alegres nas alvoradas,
Caminhos com florzinhas encantadas,
Aquarela viva, que o mundo venera?

Eu só sei que é de Deus a concepção,
Pois exala amor desde a pequena flor,
Não só no ar, mas dentro do coração.

Fluindo a vida leve, alma de beija-flor,
Mantendo-a (e) terna, em renovação,
Semeando a paz do bondoso Criador.

Elias Akhenaton.

Todo tempo é tempo de amor

Tempo de amor

Todas as estações são belas,
Todas têm seu valor,
Pois foram concebidas
Por Deus, o Arquiteto Criador.

Portanto, não importa
A estação… Não importa a
Transformação… Todo tempo é
Tempo… Todo dia é dia
Para se semear o amor…
Semear a paz.
Deixar florir a alma
E exalar a fragrância
Divina da flor.

Elias Akhenaton.

O beija-flor no outono

beija flor no outono

Manhã outonal. O beija-flor, no galho,
Parado, chora de saudade da sua flor.
Caem folhas secas do pé de carvalho,
Dourando o chão, com a sua bela cor.

Oh passarinho, não chores! O trabalho
É da natureza, do supremo pai criador.
Contempla a alegria do mágico orvalho,
Que vem serenando, em graça e amor.

Encontrarás tua amada, noutra estação,
Em pouco tempo, a mudança vai passar.
Deus é perfeito, o ciclo é de renovação.

Alça teu voo com força e fé no coração,
E bate as asas em teu trepidante bailar,
Secando o pranto em tua doce canção!

Elias Akhenaton. 

O beija-flor no outono

Colibri serrirostris

É manhã d’outono. O beija-flor; no galho,
Parado, chora com saudade da sua flor.
Voam folhas secas do pé de carvalho
Que caem, doirando o chão, d’única cor.

Oh passarinho, não chores! É o trabalho
Da natureza, do Arquiteto Deus criador.
Contempla a alegria do divino orvalho,
Que vem serenando, em graça e amor.

Encontrarás tua flor, em outra estação,
Porque esta mudança, logo vai passar.
Deus é perfeito, o ciclo é de renovação.

Vai, voa com força e fé em teu coração,
Bate tuas asas em teu trepidante bailar
E enxuga o pranto em tua doce canção!

Elias Akhenaton

outono5

Fun and Factz 4 U

Poetry|Technical Guide|Games MOD|Places to Travel|Photography|Movies|Songs

Emerson Lossi

Entrevista e Entretenimento

Tudo que se prende no olhar

Tudo que a escrita traduz...

Dicas da Mary

Dicas de Beleza

Preacher01704's Weblog

My Published Works

eSTRANGERa

de alma Brasileira em uma vida Americana

Pixel Edit

Creative PicsArt Editing Tutorial | Photo Editing Tutorial

PANO MEU

pano meu, haverá algum, mais belo que o meu?!

Cinemarcoblog

Cinema, séries de TV e memória de um cinéfilo.

Microadventures MaP

Adventure is how you see the world!

Expor sem Impor

Informação com reflexão

Acordo Coletivo: Cidadania

Jornal de Notícias do Trabalhador e Cidadão

Grupo Atlântico Sul

Estudos das Relações Internacionais do Atlântico Sul

Mamãe curiosa

Blog para tentantes, gestantes, mamães e bebês

deepakdheer

Just another WordPress.com site

Sentimento & Emoções

Tema presente e marcante , este blog tem como objectivo despertar sentidos.

%d blogueiros gostam disto: