poema · Poesia · Poetry · Uncategorized

Coração Cigano

Cigana faceira

Minha cigana, tu és minha feiticeira,
Aquela que encanta meu coração.
Com traje vermelho, saia rodada, a rodopiar,
Faz-me amar, em seu belo bailar.

Sabes ler meus pensamentos,
As mais secretas intenções.
Os sentimentos que permeiam,
Em minha inspiração.

À noite em nossa tsara,
Sob o luar que alumia, com seus raios de prata.
Cantamos nossa preferida canção,
Ritmada pelo toque do amor e da paixão.

Assim, na companhia deste dueto,
Acaricio docemente teu corpo perfeito,
Como se tivesse ponteando um violão,
Entre sussurros e ardentes beijos.

E no amanhecer do novo dia,
O rei sol adentra nosso aconchego, no azul do céu.
Trazendo com ele, o perfume da rubra flor,
A nos brindar, com uma nova poesia.

Não saberia viver sem você, cigana querida!
Tu és minha amada, tudo para mim.
Rezo a Santa Sara que venha a nos abençoar,
Todos os clãs no caminhar, os quais, eu os saúdo:
Optchá! Optchá!

Elias Akhenaton.

Poesia · Poetry

Cigana Flor de Lis…

10151387_1625555597689477_3862654600402773758_n

Tu representas a pureza
De corpo e alma…
És à rubra flor do amor
Com o seu encanto,
Acalanto da minha vida.
Tu és a luz que ilumina meu caminho
Em cada amanhecer…
Chuva de bênçãos…
Pétalas de Esperança do meu viver!
Tua sensibilidade de bela flor é
A minha inspiração,
O amor e o fogo da paixão
Que queimam em meu coração.
És a suavidade em destaque
Do meu Jardim florido,
Quão divinal é o teu colorido!
És soberana em tua história…
Mística em tua criação.
Tu és a doce alquimia,
Magia da minha poesia,
Com sua beleza rara
E o perfume delicado
Que impregna nossa tsara.
Enfim, tu és menina mulher,
Aquela que sempre eu quis,
Ao teu lado, sou feliz!…
Minha eterna amada,
Cigana Flor de Lis.

Elias Akhenaton.