Meu amor por ti…

Meu amor por ti2

Gotas suaves de orvalho…
O perfume da flor…
O voo cativante do beija-flor…
A suavidade da poesia.

O meu amor por ti,
Desabrocha a cada dia,
Renascendo em todas as estações.
Do canteiro do coração, é luz que alumia.

Meu amor é divino como gotas de orvalho…
Sedutor como o perfume da flor…
Fascinante como o voo do beija-flor…
Inspirador como a poesia.

Eu te amo sob todos os céus,
Sob todos os sóis que cintilam no horizonte.
Sob todos os luares e lugares.
Em toda criação de Deus, hei de te amar.

Tu és aquela que esperei e sonhei,
Afagando-a, no jardim, os teus lábios beijei.
Florescendo a cada dia em minha alma,
Nunca morrerá, o meu amor por ti!

Elias Akhenaton.

Tecendo pensamentos

Tecendo pensamentos2

Pode ser fácil criar poesias, no mundo,
Basta ter sensibilidade na abordagem.
Libertar a emoção, do âmago fecundo,
Revelando a alma, com sua linguagem.

Quiçá, também seja fácil ser um poeta,
Só sentir o ritmo da batida do coração.
Ele é cantor, bardo dos versos, profeta.
Tem dentro de si um altar para oração.

Compõe poemas sobre tudo que sente.
Em sua lira, uma ode aos sentimentos,
Alegre ou não, à verve aflora a mente.

Nem tudo são flores e encantamentos,
Mas a sua arte é do céu, tudo consente,
E nela, o artífice, tece os pensamentos.

Elias Akhenaton.

O teu sorriso

Sorriso meigo

Quero teu sorriso aberto, sincero,
Irradiando minha alma de alegria.
Um semblante que tanto venero,
Musa da minha (e) terna poesia.

Ele é belo como um jardim florido,
E luz do sol alvorecendo no sertão.
Que curou um ser, outrora ferido,
Agora é vida – amor no coração.

Estou plenamente apaixonado,
Renovado por sentir algo assim.
Quero está sempre ao teu lado,
Ter você inteiramente para mim.

Farei tudo para te manter feliz,
E ter este sorriso em esplendor.
É tudo o que eu sempre quis,
Perfeita obra do Divino Criador!

Elias Akhenaton.

Marcas dos teus beijos…

beijo caliente

Teus beijos deixaram
Marcas em nossa noite de amor.
Ficou em minha boca
O gosto do teu sabor,
Gosto de desejo, de maçã.
No arrepio da pele…
Ardentes carícias,
Até o desabrochar das flores da manhã.
Em meu corpo teus
Lábios desenhados
Com a cor rubra do teu batom.
E, sobretudo;
Marcas inesquecíveis dos
Teus beijos foram
Gravados dentro do meu coração,
Em minh’alma, em meu viver.
Luz do meu alvorecer!

Elias Akhenaton.

(E) terna primavera

primavera bela

Quão doce e colorida é a primavera,
Com suas flores suaves e delicadas,
Que exalam essências perfumadas,
Deixando um frescor na atmosfera!

Que época sublime esta que impera,
Pássaros mais alegres nas alvoradas,
Caminhos com florzinhas encantadas,
Aquarela viva, que o mundo venera?

Eu só sei que é de Deus a concepção,
Pois exala amor desde a pequena flor,
Não só no ar, mas dentro do coração.

Fluindo a vida leve, alma de beija-flor,
Mantendo-a (e) terna, em renovação,
Semeando a paz do bondoso Criador.

Elias Akhenaton.

Floresta Mística

Floresta mística

Viaja o meu peregrino pensamento,
Ao santuário zen da mística floresta.
Pairando como uma pluma ao vento,
Na terna paz que dela, se manifesta.

Quão sagrada e vital é a natureza!
Reflexo do Arquiteto Deus Criador.
Fonte imensurável de pura beleza,
Concepção do Pai, doador do amor.

Contemplo às espécies das matas
E o sublime canto dos passarinhos
Que aos arrebóis fazem serenatas…

Ainda as cachoeiras e suas cascatas,
Que a alma se enaltece de carinhos,
Evidenciando as inspirações inatas.

Elias Akhenaton.

Coração em pedaços…

Homem com saudade

Oh minha amada! Por onde andas?
Estou com muita saudade, sentindo
A tua falta, do nosso jeito de amar,
No céu azul ou nas noites ao luar.

A terna flor que vivia em meu peito
Com as suaves pétalas despetalou.
Mas o doce perfume em mim ficou,
Impregnado, eternizado meu amor!

Eu que em tua companhia exalava
Alegria contagiante, hoje caminha
Por ai sem rumo; triste, moribundo.
Vagueando cabisbaixo, pelo mundo.

Volta amor, vem para junto de mim,
Vem florescer de novo, meu jardim.
Alumia minha alma, meus caminhos.
Acalma meu pranto, meu desalinho.

Se por acaso te magoei, perdoe-me.
Jamais feriria meu próprio coração,
Pois estás nele, por ti que ele pulsa.
Tu és a razão de ser, do meu viver!

Elias Akhenaton.

Palavras ao Vento

Meu universo particular!

sandsoftime10

A peep into Megha's mind

India Online Visa

India Tourist Visa, Tourist Visa for India, Indian Visa Application, India online visa, Indian online visa, India Tourist Visa Services, e visa for India, Visa for India, eTourist Visa for India

Blog da Gêleyka

Gleyka Moraes

La misura delle cose "frammenti sparsi di libri scelti"

Le avventure accadono a chi le sa raccontare

MarT

Seja humilde, pois até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar.

SMOKY FEELINGS

« Ecrire est un aveu doublé d'un camouflage.  » Hervé Bazin

Poesias e outras coisas

Poesias,poemas e outras coisas

Röhrig Escritor

Venha para a minha dimensão se tiver alma.

Anita & The Blog

A brand new story

Empowered

Everyday

Saranya

Normal thoughts but unique view

Diário de uma ESQUISITA

Quando fico sem chão

konleeblog

We learn the most interesting and exciting things in the whole world especially for you

%d blogueiros gostam disto: