Beija-flor Cigano

Poesias, frases e pensamentos

Arquivos do Autor

Elias Akhenaton

Sou rondoniense, nascido no município de Porto Velho, capital do Estado de Rondônia, região norte do Brasil, de ascendência indígena e cigana. Meu nome de batismo é Elias Ferreira da Silva, no meio literário, uso o pseudônimo de Elias Akhenaton, Akhenaton em homenagem ao Faraó poeta da XVIII dinastia egípcia, cujo nome de nascimento era Amenhotep IV ou sua forma grega Amenófis IV, adotando posteriormente o nome de Akhenaton, em homenagem ao Deus sol, Aton, história bastante conhecida dentro de algumas fraternidades iniciáticas existentes no mundo, principalmente as milenares; Escrevo poesia desde a adolescência, costumava fazer poemetos de amor para a namorada e assim foi aflorando a inspiração, mas acho que qualquer pessoa pode escrever poesias, basta deixar aflorar os sentimentos; uma alegria, uma lágrima sentida e assim vão-se exteriorizando as emoções, deixando-as impressas no papel, lançadas ao infinito do céu, eternizadas na grande alma universal. Apesar de escrever poesias há bastante tempo, não costumo participar de concursos de poesias, até hoje participei de apenas dois concursos, um realizado pelo aposentado Orkut, obtendo o primeiro lugar com o poema “soneto de natal” e outro no site de poesias Poemas de Amor, obtendo a terceira colocação com o poema “o amor é divino”, participei de duas antologias poéticas; Melhores da Poesia Brasileira e Café com Verso. Sobre religião; nasci na igreja católica, fui educado na igreja evangélica (batista tradicional), mas desde minha maioridade sigo a religião espírita, contudo, na busca do autoconhecimento, já participei de outras correntes religiosas como; candomblé, umbanda, hinduísmo, união do vegetal, umbandaime ( o chá do santo daime dentro da linha da umbanda), entre outras. Mantenho estreitos laços fraternos com todas, pois não tenho qualquer tipo de preconceito, seja religioso, credo, raça, cor ou qualquer outro, cada um é livre para seguir o que o coração necessita para libertar-se e alcançar a merecida paz, felicidade e serenidade com o seu Deus, pois não há maior templo que aquele edificado no interior de cada ser humano, em cada coração; Atualmente estou solteiro, mas fui casado durante 23 anos; Fui funcionário público durante 18 anos, mas estou há 17 anos na iniciativa privada; Amo a Mãe Natureza com todos os seus mistérios e belezas, uma de minhas fontes de inspiração, aliás, para qualquer poeta; Sou um homem simples, corajoso e sincero que acredita na justiça divina e no amor puro. Como ser humano, sou cheio de defeitos, não sou perfeito, mas estou sempre disposto a aprender e lapidar minhas imperfeições, nos momentos e oportunidades do meu dia-a-dia, procurando novos aprendizados, ou seja, sou um eterno aprendiz, é a vida quem diz; Na poesia costumo me definir como um peregrino da vida, beija-flor cigano e pescador de emoções. No dia 01/11/2011, fui nomeado Embaixador Universal da Paz pelo Circle Universel des Ambassadeurs de la Paix, Suisse/France; Gosto de ler, ouvir música e de praticar esportes. Gosto de ler principalmente os poetas místicos que deixaram seus nomes na história, como; Gibran Khalil Gibran, Fernando Pessoa, Tagore, Rumi, entre outros. Na música, sou bastante eclético, escuto desde o new age ao pop rock. Já no esporte, gosto de fazer caminhadas, jogar um futebol com os amigos e tênis de mesa.

    Divina primavera

    Quão doce e colorida é a primavera, Com suas flores suaves e delicadas, Que exalam essências perfumadas, Deixando um frescor na atmosfera! Que alegria é essa que agora impera Mais pássaros cantores nas alvoradas Caminhos com florzinhas encantadas Numa bela cena que o mundo venera? Só pode ser de Deus Pai, a concepção, Pois exala amor desde a primeira flor, Não só no ar, mas dentro do coração. Dando leveza […]

    Continuar Lendo →

    O beija-flor no outono

    O beija-flor está no Outono, Bailando no ar, Procurando sua flor para beijar, Quiçá, ele a encontre, senão, Vai pousar no galho para admirar Às folhas secas, caindo devagarinho, Na mais pura mansidão. Seja na brisa suave da manhã, Com seu sabor de maçã Ou no aconchego da tarde Com o barulhinho d´água Escorrendo das fontes. Enquanto isso; À natureza cumpre seu rito, Cheia de encanto e beleza com seus […]

    Continuar Lendo →

    Mensageiro da esperança…

    Sou viajante, buscando belas emoções. Navegando nas águas arfantes do mar… Que fica no coração com as inspirações, Às vezes num céu azul, noutras ao luar. Um nobre e valoroso cavaleiro, infante, Galopando em terras distantes sem-fim. Mensageiro da paz, amizade e amante Da natureza; rios, florestas, tudo, enfim. Inspiro-me no rei sol em sua nascente, Nas colinas do oriente, ele é emblema, Duma esperança que triunfa reluzente. Sei que […]

    Continuar Lendo →

    Meu amor por ti…

    Gotas suaves de orvalho… O perfume da flor… O voo cativante do beija-flor… A suavidade da poesia. O meu amor por ti, Desabrocha a cada dia, Renascendo em todas as estações. Do canteiro do coração, é luz que alumia. Meu amor é divino como gotas de orvalho… Sedutor como o perfume da flor… Fascinante como o voo do beija-flor… Inspirador como a poesia. Eu te amo sob todos os céus, […]

    Continuar Lendo →

    Tecendo pensamentos

    Pode ser fácil criar poesias, no mundo, Basta ter sensibilidade na abordagem. Libertar a emoção, do âmago fecundo, Revelando a alma, com sua linguagem. Quiçá, também seja fácil ser um poeta, Só sentir o ritmo da batida do coração. Ele é cantor, bardo dos versos, profeta. Tem dentro de si um altar para oração. Compõe poemas sobre tudo que sente. Em sua lira, uma ode aos sentimentos, Alegre ou não, […]

    Continuar Lendo →