poema · Poesia · Poetry · Uncategorized

Desejos aflorados.

beijando2

Beijo os teus lábios rubros, com ardor,
Com o  imenso desejo que há em mim.
De um trovador apaixonado que assim:
Fascinado, sorve o doce mel de tua flor…

Acariciando teu belo corpo por inteiro,
Descobrindo toda fantasia em segredo.
Em tuas curvas, construo meu enredo,
Versos dum poema, aberto, verdadeiro.

Escrevo em tuas esquinas com prazer,
Tendo a lua a observar, em admiração.
Apreciando-te delirar, amar, se render…

Não só nas chamas ardentes da paixão,
Mas também do amor que me faz viver.
Deixando em teu corpo, esta inspiração.

Elias Akhenaton.