Poesia · Poetry

Soneto dos teus olhos

picture-160734

Quão belo e inspirador em minha vida
É o brilho da luz do teu meigo olhar!
Espelho de uma divina alma refletida,
Gêmea da minha, na vontade de amar.

Em teu olhar viajo ao espaço etéreo,
Enlevado na beleza (e) terna do teu ser
E perto do sagrado manto azul sidéreo,
Sou pássaro feliz, grato, ao alvorecer.

Teu olhar possui o esplendor do sol
Que alumia a senda deste peregrino,
No fim da tarde, o canto do rouxinol.

É doce magia, encantando meu destino.
Enquanto Deus pinta o céu de arrebol,
Declaro o meu amor, puro e cristalino.

Elias Akhenaton